Batismo

Batismo
Todo mundo no meu batismo

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Família DUARTE (fotografias)

Jerônimo de Ornelas Menezes e Vasconcelos - O Sesmeiro do Morro de Santana

Rita de Menezes 
- filha de Jerônimo de Ornelas Menezes e Vasconcelos e Lucrécia Leme Barbosa -
viúva de Francisco Xavier de Azambuja
Assento de Óbito e Testamento - Santo Amaro/RS 7 fev 1801


Rita de Menezes - Requerimento - junho 1800
 acervo do Arquivo Histórico do RS


Diz Dona Rita de Menezes, moradora no Distrito da Freguesia de Santo Amaro, que seu marido, já falecido, o Capitão Francisco Xavier de Azambuja, obteve de Sua Majestade Sesmaria das terras em que a suplicante se acha estabelecida a quarenta e seis anos, pouco mais ou menos, divididas pelos rios Taquari e Guaíba, como na mesma sesmaria se vê que juntamente a põe na respeitosa presença de Vossa Excelência.  Aconteceu agora proximamente haver feito ocultamente Antônio da Silva, uma roça e levantado uma morada de casas que já se acham cobertas de telha, dentro dos matos da margem do dito Rio Taquari, sem nunca se saber nem a suplicante ter notícia, porque o mesmo mato ocultava estas benfeitorias, as quais depois de feitas se patentearam, quando agora o suplicado botou abaixo o mato da frente, que encobria as suas injustas pretensões, tudo assim de ver [...?] esta introdução tira as terras da suplicante, como [...?] pretexto de estabelecido, portanto pede a V.Exa. seja servido atender à suplicante como lhe parecer de Justiça.  E receberá mercê.



Antonio Alves Guimarães, n, 1725 em Melgaço, Braga f. 1806 (fl. de Antonio de Medeiros e de Maria Gomes) e (casaram 8-V-1760) Mariana de Jesus, n.Viamão, RS, 1741 (b.  S. Antonio dos Anjos da Laguna, SC e falecida 25-II-1806)  fl, de Cap. Francisco Xavier de Azambuja, n. São Paulo e de Rita de Menezes, n. Facão/SP (hoje cidade de Cunha)  falecida. S,. Amaro, RS 7-II-1801); neta pat de Manoel de Azambuja, n. em Azambuja, patriarcado de Lisboa e de Francisca de Oliveira Leite, n São Paulo; neta mat de Jerônimo de Ornelas Menezes e Vasconcelos, n. Vila de Santa Cruz , ilha da Madeira e de Lucrécia Leme Barbosa, n freg. de S. Antônio de Pádua, de Guaratinguetá, SP                





Casamento de Antônio Álvares Guimarães e Mariana de Jesus - Triunfo - fl. 7v Detalhe




JERÔNIMO DE ORNELAS MENEZES E VASCONCELOS
http://picasaweb.google.com/maoduarte/JeronimoDeOrnelasMenezesEVasconcelos#

FABIANA DE ORNELAS, filha de Jerônimo de Ornelas Menezes e Vasconcelos
http://picasaweb.google.com/113588814446758428264/FabianaDeOrnelasFilhaDeJeronimoDeOrnelasMenezesEVasconcelos#

AÇOREANOS EM SANTA CATARINA (Freguesia de N. Sra. do Rosário da Enseada do Brito)
http://picasaweb.google.com/maoduarte/AcoreanosEmSantaCatarinaWalterFernandoPiazza#

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Descendentes de João Baptista do Canto e Castro

Descendentes de João Baptista do Canto e Castro

Primeira Geração
1. João Baptista Do Canto E Castro nasceu em Ilha Terceira, Açores, Portugal.
João casou-se com Izabel Ricketts, filha de George Ricketts e Sarah White. Izabel nasceu em
Jamaica.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 2 M i. Brig. João De Castro Canto E Melo nasceu cerca de 1740 e faleceu cerca de 1826.
Segunda Geração
2. Brig. João De Castro Canto E Melo "1º Visconde de Castro" (João Baptista Do Canto E) nasceu
cerca de 1740 em Ilha Terceira, Açores, Portugal. Ele faleceu cerca de 1826 em Rio de Janeiro, RJ,
Brasil.
1º Visconde de Castro casou-se com Escholástica Bonifácia De Toledo Ribas "1º Viscondessa de
Castro", filha de José Bonifácio Ribas e Anna Maria De Toledo De Oliveira. 1ª Viscondessa de
Castro nasceu em S. Sebastião, SP, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 3 M i. Brig. João De Castro Canto E Melo , filho nasceu cerca de 1778 [sic - 4 abril 1786] e faleceu em 11
setembro 1853.
+ 4 M ii. Brig. José De Castro Canto E Melo foi batizado em 17 outubro 1787.
+ 5 F iii. Maria Benedicta De Castro Canto E Melo foi batizada em 18 dezembro 1792 e
faleceu em 05 março 1857.
+ 6 F iv. Domitila De Castro Canto E Melo nasceu em 27 dezembro 1797 e faleceu em 03
novembro 1867.
Terceira Geração
3. Brig. João De Castro Canto E Melo , filho "2º Visconde de Castro" (João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu cerca de 1778 em S. Paulo, SP, Brasil. Ele faleceu em 11
setembro 1853 em Porto Alegre, RS, Brasil.
2º Visconde de Castro casou-se com Inocência Laura Da Purificação Vieira De Azambuja "2ª
Viscondessa de Castro", filha de Manuel Vieira Rodrigues e Patrícia Vieira Azambuja. 2ª
Viscondessa de Castro nasceu em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 7 F i. Maria Do Carmo Do Canto E Melo nasceu em 27 agosto 1814.
8 M ii. Francisco De Castro Canto E Melo nasceu em 27 agosto 1814 em Porto Alegre,
RS, Brasil.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 2
+ 9 M iii. Cel. João De Castro Canto E Melo , neto faleceu em 30 maio 1882.
+ 10 M iv. Manuel De Castro Canto E Melo nasceu em 31 maio 1821 e faleceu em 21
novembro 1856.
+ 11 F v. Maria Benedita De Castro Canto E Melo.
12 F vi. Maria Leopoldina De Castro Canto E Melo nasceu cerca de 1825 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
4. Brig. José De Castro Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E)
nasceu em S. Paulo, SP, Brasil e foi batizado em 17 outubro 1787 em S. Paulo, SP, Brasil.
José casou-se com Francisca Coelho Mendonça, filha de Felicio Moniz Pinto Coelho Da Cunha ,
filho e Domitila De Castro Canto E Melo, em 24 maio 1828. Francisca nasceu em Cocais, MG,
Brasil e foi batizada em 13 dezembro 1813 em Cocais, MG, Brasil . Ela faleceu em 16 agosto 1833.
Eles tiveram os seguintes filhos
13 F i. Escolástica Pinto Coelho De Mendonça E Castro.
Escolástica casou-se com Dr. José Soares De Gouveia, filho de Lúcio Soares
Teixeira De Gouveia e Maria Rozaura Rodrigues.
5. Maria Benedicta De Castro Canto E Melo "Baronesa de Sorocaba" (João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu em S. Paulo, SP, Brasil e foi batizada em 18 dezembro 1792 em S.
Paulo, SP, Brasil . Ela faleceu em 05 março 1857 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Baronesa de Sorocaba casou-se com Boaventura Delfim Pereira "1ð Barão de Sorocaba", filho de
Rodrigo Deldim Pereira e Ana Rita Delfina, em 08 julho 1812 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil. 1ð
Barão de Sorocaba nasceu em 14 junho 1788 em Lisboa, Portugal. Ele faleceu em 20 março 1829 em
Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 14 F i. Margarida De Castro Delfim Pereira.
6. Domitila De Castro Canto E Melo "Viscondessa e Marquesa de Santos" (João De Castro Canto E
Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 27 dezembro 1797 em S. Paulo, SP, Brasil. Ela faleceu
em 03 novembro 1867 em S. Paulo, SP, Brasil.
Viscondessa e Marquesa de Santos casou-se com (1) Felicio Moniz Pinto Coelho Da Cunha , filho,
filho de Cel. Felício Moniz Pinto Coelho Da Cunha e Marianna Manoela Furtado De Mendonça, em
13 janeiro 1813.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 15 F i. Francisca Coelho Mendonça foi batizada em 13 dezembro 1813 e faleceu em 16
agosto 1833.
16 M ii. Felício Pinto Coelho De Mendonça E Castro.
17 M iii. João Coelho De Mendonça.
Viscondessa e Marquesa de Santos também casou-se com1 (2) Dom Pedro I , do Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 18 F iv. Isabel Maria De Alcântara Brasileira nasceu em 23 maio 1824 e faleceu em 03
novembro 1898.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 3
19 M v. Pedro De Alcântara Brasileiro nasceu em 07 dezembro 1825 em Rio de Janeiro,
RJ, Brasil. Ele faleceu em 27 dezembro 1825 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
20 F vi. Maria Isabel De Alcântara Brasileira "1® Duquesa de Ceará" nasceu em 13
agosto 1828 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Ela faleceu em 25 outubro 1828 em Rio
de Janeiro, RJ, Brasil.
21 F vii. Maria Isabel De Alcântara Brasileira nasceu em 28 fevereiro 1830 em S. Paulo,
SP, Brasil. Ela faleceu em 13 setembro 1896 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Maria casou-se com Pedro Caldeira Brant "1ð conde de Iguassú", filho de
Felisberto Caldeira Brant Pontes De Oliveira E Horta e Ana Constança Guilhermina
De Castro Cardoso Dos Santos, em 02 setembro 1848 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
1ð conde de Iguassú nasceu em 30 junho 1814 em BA, Brasil. Ele faleceu em 18
fevereiro 1881 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=14708
Viscondessa e Marquesa de Santos também casou-se com1 (3) Brig. Raphael Tobias De Aguiar,
filho de Cel. Antonio Francisco De Aguiar e Gertrudes Eufrosina De Aguirre, em 14 junho 1842 em
S. Paulo, SP, Brasil. Raphael nasceu em 04 outubro 1794 em Sorocaba, SP, Brasil. Ele faleceu cerca
de 1857 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil e foi sepultado em 26 outubro 1857 em Sorocaba, SP, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
22 M viii. Rafael Tobias De Aguiar Júnior.
Rafael casou-se com Ana Cândida De Oliva Gomes.
23 M ix. João Tobias De Aguiar E Castro faleceu cerca de 1901 em S. Paulo, SP, Brasil.
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=56814
João casou-se com Ana De Barros Aguiar, filha de Bento Pais De Barros e
Leonarda De Aguiar.
24 F x. Gertrudes Tobias De Aguiar.
25 M xi. Antonio Francisco De Aguiar E Castro nasceu cerca de 1838 em S. Paulo, SP,
Brasil.
http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=451127
Antonio casou-se com Placidina Adélia De Brito cerca de 1858 em S. Paulo, SP,
Brasil.
+ 26 M xii. Brasílico De Aguiar E Castro nasceu cerca de 1840 e faleceu cerca de 1891.
27 M xiii. Heitor De Aguiar E Castro.
Quarta Geração
7. Maria Do Carmo Do Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu em 27 agosto 1814 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Maria casou-se com Ernesto Frederico De Werna E Bilstein.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 28 M i. Miguel De Castro De Werna E Bilstein faleceu em 21 julho 1896.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 4
29 M ii. João De Castro De Werna E Bilstein.
9. Cel. João De Castro Canto E Melo , neto (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E
Melo, João Baptista Do Canto E) faleceu em 30 maio 1882 em Porto Alegre, RS, Brasil.
João casou-se com Joaquina Amália Da Câmara, filha de Gen. Patrício José Corrêa Da Câmara e
Joaquina Leocádia Da Fontoura.
Eles tiveram os seguintes filhos
30 M i. João De Castro Canto E Melo , bisneto nasceu cerca de 1858 em Porto Alegre, RS,
Brasil. Ele faleceu em 24 agosto 1863 em Porto Alegre, RS, Brasil.
+ 31 F ii. Maria Do Carmo Do Canto E Melo.
32 M iii. Patrício Corrêa Do Canto E Melo nasceu cerca de 1883 em Porto Alegre, RS,
Brasil. Ele faleceu em 10 setembro 1883 em Porto Alegre, RS, Brasil.
+ 33 F iv. Inocência Laura Do Canto E Melo nasceu cerca de 1870.
10. Manuel De Castro Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu em 31 maio 1821 em Porto Alegre, RS, Brasil. Ele faleceu em 21
novembro 1856 em Porto Alegre, RS, Brasil.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500709&r=r_675794179&pn=p1
Manuel casou-se com Maria Cecília De Lima, filha de Antonio José Fernandes Lima e Hipólita
Sofia De Lima, em 17 outubro 1848 em Porto Alegre, RS, Brasil. Maria nasceu em 21 janeiro 1833
em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
34 F i. Ignês De Castro Canto E Melo nasceu em 07 junho 1850 em Porto Alegre, RS,
Brasil e foi batizada em 11 julho 1851 em Porto Alegre, RS, Brasil .
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_673991889&pn=p3
Ignês casou-se com Dr. Antonio José Afonso Guimarães.
+ 35 F ii. Isolina Isoleta De Castro Canto E Melo nasceu cerca de 1853.
+ 36 M iii. Cap. Horácio De Castro Canto E Melo nasceu em 07 abril 1853.
37 F iv. Cecília De Castro Canto E Melo nasceu em 11 agosto 1854 em Porto Alegre, RS,
Brasil e foi batizada em 05 novembro 1854 em Porto Alegre, RS, Brasil .
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_673971608&pn=p3
11. Maria Benedita De Castro Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E
Melo, João Baptista Do Canto E).
Maria casou-se com Mal. Augusto Frederico Pacheco.
Eles tiveram os seguintes filhos
38 M i. José Narciso Pacheco.
39 F ii. Maria Augusta Pacheco.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 5
14. Margarida De Castro Delfim Pereira (Maria Benedicta De Castro Canto E Melo, João De Castro
Canto E Melo, João Baptista Do Canto E).
Margarida casou-se com (1) Antonio Gomes Barroso. Antonio nasceu em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
40 M i. João nasceu em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Margarida também casou-se com1 (2) Leopoldo Augusto Da Câmara Lima "Barão de S. Nicolau",
filho de Gen. João Hipólito De Lima e Maria Benedita Corrêa Da Câmara. Barão de S. Nicolau
nasceu em Rio Pardo, RS, Brasil e foi batizado em 09 junho 1805 em Rio Pardo, RS, Brasil. Ele
faleceu em 25 fevereiro 1881 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
15. Francisca Coelho Mendonça (Domitila De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu em Cocais, MG, Brasil e foi batizada em 13 dezembro 1813 em
Cocais, MG, Brasil . Ela faleceu em 16 agosto 1833.
Francisca casou-se com Brig. José De Castro Canto E Melo, filho de Brig. João De Castro Canto E
Melo e Escholástica Bonifácia De Toledo Ribas, em 24 maio 1828. José nasceu em S. Paulo, SP,
Brasil e foi batizado em 17 outubro 1787 em S. Paulo, SP, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
41 F i. Escolástica Pinto Coelho De Mendonça E Castro é impresso como #13 à página 2.
18. Isabel Maria De Alcântara Brasileira "Duquesa de Goiás" (Domitila De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 23 maio 1824 em Rio de
Janeiro, RJ, Brasil e foi batizada em 31 maio 1824 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil . Ela faleceu em 03
novembro 1898 em Murnau, Baviera, Alemanha.
Duquesa de Goiás casou-se com Ernesto José João Fischler Von Treuberg "2ð Conde de Treuberg
e 2ð Barão de Holsen", filho de Francisco Xavier Nicolau Fischler e Maria Crescência Ana Joana,
em 17 abril 1843 em Baviera, Alemanha. 2ð Conde de Treuberg e 2ð Barão de Holsen nasceu em 01
junho 1816 em Holzen, Alemanha. Ele faleceu em 14 maio 1867 em Holzen, Alemanha.
Eles tiveram os seguintes filhos
42 F i. Maria Amélia Fischler Von Treuberg nasceu cerca de 1844. Ela faleceu cerca de
1919.
43 M ii. Fernando Fischler Von Treuberg "3® Conde de Treuberg" nasceu cerca de 1845.
Ele faleceu cerca de 1897.
44 F iii. Augusta Maria Fischler Von Treuberg nasceu cerca de 1846.
45 M iv. Francisco Xavier Fischler Von Treuberg nasceu cerca de 1855. Ele faleceu cerca
de 1933.
26. Brasílico De Aguiar E Castro (Domitila De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João Baptista Do Canto E) nasceu cerca de 1840 em S. Paulo, SP, Brasil. Ele faleceu cerca de 1891
em S. Paulo, SP, Brasil.
Brasílico casou-se com (1) Júlia Tavares. Júlia faleceu cerca de 1870.
Eles tiveram os seguintes filhos
46 F i. Maria Domitila De Castro.
Maria casou-se com (1) Benedicto Augusto Dias De Toledo.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 6
Maria também casou-se com1 (2) Saturnino Da Fonseca.
Brasílico também casou-se com1 (2) Maria De Castro Canto E Melo.
Quinta Geração
28. Miguel De Castro De Werna E Bilstein (Maria Do Carmo Do Canto E Melo, João De Castro Canto
E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em Porto Alegre, RS,
Brasil. Ele faleceu em 21 julho 1896 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Miguel casou-se com Maria Benedita De Ataíde.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 47 F i. Miguelina De Castro De Werna E Bilstein faleceu em 24 abril 1896.
31. Maria Do Carmo Do Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em Porto Alegre, RS, Brasil.
Maria casou-se com Dr. Eduardo Pereira De Campos em 11 novembro 1882 em Porto Alegre, RS,
Brasil. Eduardo faleceu em 11 maio 1891 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
48 M i. Cap. João De Castro Pereira De Campos nasceu cerca de 1885.
João casou-se com Santina Pereira De Campos.
33. Inocência Laura Do Canto E Melo (João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu cerca de 1870 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
Inocência casou-se com Leonel Faro Marques Santiago, filho de Dr. Alexandrino Leonel Marques
Santiago e Luisa Faro. Leonel nasceu em Mogy-Mirim, SP, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 49 M i. Cap. Joaquim Marques Santiago.
50 F ii. Elena Marques Santiago.
+ 51 M iii. Dr. Vicente Marques Santiago.
52 F iv. Luísa Marques Santiago.
53 F v. Laura Marques Santiago.
35. Isolina Isoleta De Castro Canto E Melo (Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto
E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu cerca de 1853.
Isolina casou-se com Cel. Henrique Severiano Da Silva, filho de Sgt.Mór Germano Severiano Da
Silva e Manoela Joaquina De Almeida, em 15 maio 1880 em Porto Alegre, RS, Brasil. Henrique
nasceu cerca de 1855.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500709&r=r_675797525&pn=p3
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 7
Henrique e Isolina tiveram os seguintes filhos:
54 M i. Germano Severiano Da Silva nasceu em 16 março 1881 em Porto Alegre, RS,
Brasil e foi batizado em 25 maio 1881 em Porto Alegre, RS, Brasil.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500709&r=r
_675797543&pn=p5
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_673976761&pn=p2
Germano casou-se com Izolete Carvalho, filha de Faustino Carvalho Da Silva e
Rita Carvalho Da Silva, em 13 março 1904 em Porto Alegre, RS, Brasil. Izolete
nasceu em Porto Alegre, RS, Brasil.
55 M ii. Henrique Da Silva nasceu em 26 março 1885 em Porto Alegre, RS, Brasil e foi
batizado em 05 julho 1885 em Porto Alegre, RS, Brasil.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_673977893&pn=p2
56 F iii. Argentina Da Silva nasceu em 05 março 1887 em Porto Alegre, RS, Brasil e foi
batizada em 01 setembro 1888 em Porto Alegre, RS, Brasil .
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_675112543&pn=p2
57 M iv. Ernani Da Silva nasceu em 19 outubro 1890 em Porto Alegre, RS, Brasil e foi
batizado em 19 outubro 1891 em Porto Alegre, RS, Brasil.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r
_675115077&pn=p2
36. Cap. Horácio De Castro Canto E Melo (Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E
Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 07 abril 1853 em Porto
Alegre, RS, Brasil e foi batizado em 01 junho 1854 em Porto Alegre, RS, Brasil.
http://pilot.familysearch.org/recordsearch/start.html#p=recordimage&c=fs:1500708&r=r_673971484&pn=p3
Horácio casou-se com Laurinda Duarte, filha de Thomaz Inácio Duarte e Rita Maria Duarte, em 26
agosto 1882 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
58 F i. Célia De Castro Canto E Melo nasceu em 07 outubro 1884 em Porto Alegre, RS,
Brasil e foi batizada em 21 janeiro 1885 em Porto Alegre, RS, Brasil .
+ 59 F ii. Otacília De Castro Canto E Melo nasceu em 13 abril 1885.
60 F iii. Stela De Castro Canto E Melo nasceu em 15 novembro 1888 em Porto Alegre, RS,
Brasil e foi batizada em 24 junho 1889 em Porto Alegre, RS, Brasil .
61 F iv. Ceci De Castro Canto E Melo.
Ceci casou-se com Luiz Rodolfo Gaiesky.
Sexta Geração
47. Miguelina De Castro De Werna E Bilstein (Miguel De Castro De Werna E Bilstein, Maria Do
Carmo Do Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 8
Baptista Do Canto E) faleceu em 24 abril 1896 em Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Miguelina casou-se com João Da Mata Coelho.
Eles tiveram os seguintes filhos
62 M i. Dr. Ernesto De Werna Da Mata Coelho nasceu cerca de 1889. Ele faleceu em
Alegrete, RS, Brasil.
63 F ii. Maria Elvira De Werna Da Mata Coelho nasceu cerca de 1894.
Maria casou-se com Otávio Matias Roxo.
49. Cap. Joaquim Marques Santiago (Inocência Laura Do Canto E Melo, João De Castro Canto E
Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E).
Joaquim casou-se com Enilda Pinto.
Eles tiveram os seguintes filhos
64 M i. Leonel Pinto Santiago.
51. Dr. Vicente Marques Santiago (Inocência Laura Do Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E).
Vicente casou-se com Antonia Guerra.
Eles tiveram os seguintes filhos
65 M i. Roberto Guerra Santiago.
59. Otacília De Castro Canto E Melo (Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E
Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E)
nasceu em 13 abril 1885 em Porto Alegre, RS, Brasil e foi batizada em 29 janeiro 1887 em Porto
Alegre, RS, Brasil .
Otacília casou-se com Guilhermino Lopes Oliveira, filho de Manuel Bento De Oliveira e Ana.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 66 M i. Emílio Oliveira nasceu em 06 outubro 1907.
67 M ii. Eurico De Oliveira "Lelé" nasceu em 01 maio 1910 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Lelé casou-se com Eva (Ada) Rostand De Oliveira, filha de Camila Rostand De
Oliveira.
+ 68 F iii. Maria De Lourdes Oliveira nasceu em 24 agosto 1911.
69 F iv. Eunice De Oliveira "Dinda" nasceu em 13 novembro 1914 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
70 M v. Érico De Oliveira.
71 M vi. Euclides Danúnzio Oliveira.
72 M vii. Edmar De Oliveira nasceu em 24 julho 1923 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Edmar casou-se com Alice Ribeiro.
+ 73 F viii. Eulália De Oliveira nasceu em 07 fevereiro 1927.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 9
Sétima Geração
66. Emílio Oliveira (Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De
Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista
Do Canto E) nasceu em 06 outubro 1907 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Emílio casou-se com Maria Maciel. Maria nasceu em 31 janeiro 1911 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Ela faleceu em 22 agosto 1962 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 74 M i. Emílio Aurélio Maciel De Oliveira nasceu em 24 setembro 1932.
68. Maria De Lourdes Oliveira "Deca" (Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E
Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E
Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 24 agosto 1911 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Deca casou-se com Thomaz Carlos Duarte, filho de Luiz Duarte e Marta Sampietro. Thomaz
nasceu em 29 outubro 1909 em Porto Alegre, RS, Brasil. Ele faleceu em 24 julho 1991 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
75 F i. Mirza Maria Oliveira Duarte nasceu em 21 abril 1937 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
76 F ii. Nize Aparecida De Oliveira Duarte nasceu em 05 junho 1939 em Porto Alegre,
RS, Brasil. Ela faleceu em 22 agosto 1997 em Porto Alegre, RS, Brasil.
+ 77 M iii. Luiz Antonio Oliveira Duarte nasceu em 11 setembro 1946.
+ 78 M iv. Antonio De Pádua Oliveira Duarte nasceu em 02 fevereiro 1953.
+ 79 M v. Miguel Antonio De Oliveira Duarte nasceu em 14 novembro 1954.
73. Eulália De Oliveira "Lia" (Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo,
Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João
Baptista Do Canto E) nasceu em 07 fevereiro 1927 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Lia casou-se com Telmo Ávila Kersting. Telmo nasceu em 07 setembro 1922.
Eles tiveram os seguintes filhos
80 F i. Maria Letícia Oliveira Kersting nasceu em 26 agosto 1962 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
81 M ii. André Cláudio Oliveira Kersting nasceu em 10 outubro 1967 em Porto Alegre,
RS, Brasil.
82 M iii. Eduardo Henrique Oliveira Kersting nasceu em 29 outubro 1968 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
83 F iv. Ana Maria Oliveira Kersting nasceu em 20 fevereiro 1971 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 10
Oitava Geração
74. Emílio Aurélio Maciel De Oliveira (Emílio Oliveira, Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De
Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João De
Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 24 setembro 1932 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
Emílio casou-se com Noris Aparecida Da Silva, filha de João Lemos Da Silva e Lyra Vargas.
Eles tiveram os seguintes filhos
84 M i. Wlamir Luiz Silva De Oliveira nasceu em 29 janeiro 1959 em Porto Alegre, RS,
Brasil. Ele faleceu em 29 outubro 1979 em Porto Alegre, RS, Brasil.
+ 85 M ii. Ivano Silva De Oliveira nasceu em 21 dezembro 1959.
86 F iii. Karene Silva De Oliveira nasceu em 31 agosto 1961 em Porto Alegre, RS, Brasil.
77. Luiz Antonio Oliveira Duarte (Maria De Lourdes Oliveira, Otacília De Castro Canto E Melo,
Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 11 setembro 1946 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
Luiz casou-se com Jane Ventura Da Cunha, filha de Selme Cunha e Nair Ventura. Jane nasceu em
08 junho 1949 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 87 M i. Rafael Henrique Cunha Duarte nasceu em 24 fevereiro 1975.
88 M ii. Luiz Gustavo Cunha Duarte nasceu em 25 fevereiro 1978 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
89 F iii. Mariana Cunha Duarte nasceu em 21 maio 1982 em Porto Alegre, RS, Brasil.
78. Antonio De Pádua Oliveira Duarte (Maria De Lourdes Oliveira, Otacília De Castro Canto E Melo,
Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 02 fevereiro 1953 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
Antonio casou-se com Maria José Ribeiro, filha de Sinval Antonio Ribeiro e Teresinha Vilaverde.
Maria nasceu em 09 abril 1954.
Eles tiveram os seguintes filhos
90 F i. Maria Elisa Ribeiro Duarte nasceu em 11 setembro 1978 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
Maria casou-se com Bruno.
+ 91 F ii. Maria Cecília Ribeiro Duarte nasceu em 17 fevereiro 1981.
92 M iii. Thomaz Antonio Ribeiro Duarte nasceu em 21 fevereiro 1983 em Porto Alegre,
RS, Brasil.
93 F iv. Maria Teresa Ribeiro Duarte nasceu em 14 maio 1985 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
Maria casou-se com Wataru Matsunagá.
79. Miguel Antonio De Oliveira Duarte (Maria De Lourdes Oliveira, Otacília De Castro Canto E Melo,
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 11
Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo,
João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 14 novembro 1954 em Porto
Alegre, RS, Brasil.
Miguel casou-se com Dori Gisela Berger, filha de Waldo Alfredo Berger e Christina Annita
Winkelmann. Dori nasceu em 17 outubro 1956.
Eles tiveram os seguintes filhos
+ 94 M i. Daniel Berger Duarte nasceu em 22 janeiro 1981.
95 F ii. Raquel Berger Duarte nasceu em 21 agosto 1982. Com Juliano Matos tiveram: Leonel Duarte Matos, n. 1º outubro 2014.
Nona Geração
85. Ivano Silva De Oliveira (Emílio Aurélio Maciel De Oliveira, Emílio Oliveira, Otacília De Castro
Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De Castro
Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 21 dezembro
1959 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Ivano casou-se com Cláudia Lauremann, filha de Ubirajara Lauremann e Cleonice Maria Roca.
Eles tiveram os seguintes filhos
96 F i. Bruna Lauremann De Oliveira nasceu em 16 abril 1993 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
97 F ii. Gabriela Laurmann De Oliveira nasceu em 04 junho 1997 em Porto Alegre, RS,
Brasil.
87. Rafael Henrique Cunha Duarte (Luiz Antonio Oliveira Duarte, Maria De Lourdes Oliveira,
Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E
Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E)
nasceu em 24 fevereiro 1975 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Rafael casou-se com Mirela Isenhart.
Eles tiveram os seguintes filhos
98 M i. Pedro Henrique Duarte nasceu em Florianópolis, SC, Brasil.
91. Maria Cecília Ribeiro Duarte (Antonio De Pádua Oliveira Duarte, Maria De Lourdes Oliveira,
Otacília De Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E
Melo, João De Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E)
nasceu em 17 fevereiro 1981 em Porto Alegre, RS, Brasil.
Maria casou-se com Dênis.
Eles tiveram os seguintes filhos
99 M i. Anthony nasceu em GA, USA.
94. Daniel Berger Duarte (Miguel Antonio De Oliveira Duarte, Maria De Lourdes Oliveira, Otacília De
Castro Canto E Melo, Horácio De Castro Canto E Melo, Manuel De Castro Canto E Melo, João De
Castro Canto E Melo, João De Castro Canto E Melo, João Baptista Do Canto E) nasceu em 22
janeiro 1981 em Porto Alegre, RS, Brasil.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 12
Daniel, com Clarissa Menna Barreto Domingues.
Eles tiveram os seguintes filhos
100 F i. Louise Menna Barreto Duarte nasceu em 03 março 2009.
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 13
Índice
Nome Nº Página Nome Nº Página
, Anthony 99 11
, Bruno 90C 10
, Dênis 91C 11
, João 40 5
, Pedro I , do Brasil 6C 2
Aguiar, Ana De Barros 23C 3
Aguiar, Gertrudes Tobias De 24 3
Aguiar, Rafael Tobias De Júnior 22 3
Aguiar, Raphael Tobias De(b.1794) 6C 3
Ataíde, Maria Benedita De 28C 6
Azambuja, Inocência Laura Da Purifica 3C 1
Barroso, Antonio Gomes 14C 5
Berger, Dori Gisela(b.1956) 79C 11
Brant, Pedro Caldeira(b.1814) 21C 3
Brasileira, Isabel Maria De A(b.1824) 18 2
5
Brasileira, Maria Isabel De A(b.1828) 20 3
Brasileira, Maria Isabel De A(b.1830) 21 3
Brasileiro, Pedro De Alcântar(b.1825) 19 3
Brito, Placidina Adélia De 25C 3
Campos, Eduardo Pereira De(d.1891) 31C 6
Campos, João De Castro Pere(b.1885) 48 6
Campos, Santina Pereira De 48C 6
Carvalho, Izolete 54C 7
Castro, Antonio Francisco De(b.1838) 25 3
Castro, Brasílico De Aguiar (b.1840) 26 3
5
Castro, Escolástica Pinto Coelho De 13 2
41 0
Castro, Felício Pinto Coelho De Men 16 2
Castro, Heitor De Aguiar E 27 3
Castro, João Baptista Do Canto E 1 1
Castro, João Tobias De Agui(d.1901) 23 3
Castro, Maria Domitila De 46 5
Coelho, Ernesto De Werna D(b.1889) 62 8
Coelho, João Da Mata 47C 8
Coelho, Maria Elvira De Wer(b.1894) 63 8
Cunha, Felicio Moniz Pinto Coelho Da 6C 2
Cunha, Jane Ventura Da(b.1949) 77C 10
Câmara, Joaquina Amália Da 9C 4
Domingues, Clarissa Menna Barreto 94C 12
Duarte, Louise Menna (b.2009) 100 12
Duarte, Antonio De Pádua Ol(b.1953) 78 9
10
Duarte, Daniel Berger(b.1981) 94 11
11
Duarte, Laurinda 36C 7
Duarte, Luiz Antonio Oliveir(b.1946) 77 9
10
Duarte, Luiz Gustavo Cunha(b.1978) 88 10
Duarte, Maria Cecília Ribeiro(b.1981) 91 10
11
Duarte, Maria Elisa Ribeiro(b.1978) 90 10
Duarte, Maria Teresa Ribeiro(b.1985) 93 10
Duarte, Mariana Cunha(b.1982) 89 10
Duarte, Miguel Antonio De (b.1954) 79 9
10
Duarte, Mirza Maria Oliveira(b.1937) 75 9
Duarte, Nize Aparecida De O(b.1939) 76 9
Duarte, Pedro Henrique 98 11
Duarte, Rafael Henrique Cun(b.1975) 87 10
11
Duarte, Raquel Berger(b.1982) 95 11
Duarte, Thomaz Antonio Rib(b.1983) 92 10
Duarte, Thomaz Carlos(b.1909) 68C 9
Fonseca, Saturnino Da 46C 6
Gaiesky, Luiz Rodolfo 61C 7
Gomes, Ana Cândida De Oliva 22C 3
Gouveia, José Soares De 13C 2
Guerra, Antonia 51C 8
Guimarães, Antonio José Afonso 34C 4
Isenhart, Mirela 87C 11
Kersting, Ana Maria Oliveira(b.1971) 83 9
Kersting, André Cláudio Oliv(b.1967) 81 9
Kersting, Eduardo Henrique (b.1968) 82 9
Kersting, Maria Letícia Olive(b.1962) 80 9
Kersting, Telmo Ávila(b.1922) 73C 9
Lauremann, Cláudia 85C 11
Lima, Leopoldo Augusto Da (c.1805) 14C 5
Lima, Maria Cecília De(b.1833) 10C 4
Maciel, Maria(b.1911) 66C 9
Matsunagá, Wataru 93C 10
Melo, Ceci De Castro Canto E 61 7
Melo, Cecília De Castro Cant(b.1854) 37 4
Melo, Célia De Castro Canto (b.1884) 58 7
Melo, Domitila De Castro Can(b.1797) 6 1
2
Melo, Francisco De Castro Ca(b.1814) 8 1
Melo, Horácio De Castro Ca(b.1853) 36 4
7
Melo, Ignês De Castro Canto (b.1850) 34 4
Melo, Inocência Laura Do Ca(b.1870) 33 4
6
Melo, Isolina Isoleta De Cast(b.1853) 35 4
6
Melo, José De Castro Canto E(c.1787) 4 1
04 JAN 2011 Descendentes de João Baptista Do Canto E Castro Página 14
Nome Nº Página Nome Nº Página
Melo, José De Castro Canto E(c.1787) 4 2
15C 5
Melo, João De Castro Canto E(b.1740) 2 1
1
Melo, João De Castro Canto E(b.1778) 3 1
1
Melo, João De Castro Canto E(d.1882) 9 2
4
Melo, João De Castro Canto (b.1858) 30 4
Melo, Manuel De Castro Can(b.1821) 10 2
4
Melo, Maria Benedicta De Cas(c.1792) 5 1
2
Melo, Maria Benedita De Castro Cant 11 2
4
Melo, Maria De Castro Canto E 26C 6
Melo, Maria Do Carmo Do Ca(b.1814) 7 1
3
Melo, Maria Do Carmo Do Canto E 31 4
6
Melo, Maria Leopoldina De (b.1825) 12 2
Melo, Otacília De Castro Can(b.1885) 59 7
8
Melo, Patrício Corrêa Do Ca(b.1883) 32 4
Melo, Stela De Castro Canto (b.1888) 60 7
Mendonça, Francisca Coelho(c.1813) 4C 2
15 2
5
Mendonça, João Coelho De 17 2
Oliveira, Bruna Lauremann (b.1993) 96 11
Oliveira, Edmar De(b.1923) 72 8
Oliveira, Emílio(b.1907) 66 8
9
Oliveira, Emílio Aurélio Mac(b.1932) 74 9
10
Oliveira, Euclides Danúnzio 71 8
Oliveira, Eulália De(b.1927) 73 8
9
Oliveira, Eunice De(b.1914) 69 8
Oliveira, Eurico De(b.1910) 67 8
Oliveira, Eva (Ada) Rostand De 67C 8
Oliveira, Gabriela Laurmann(b.1997) 97 11
Oliveira, Guilhermino Lopes 59C 8
Oliveira, Ivano Silva De(b.1959) 85 10
11
Oliveira, Karene Silva De(b.1961) 86 10
Oliveira, Maria De Lourdes(b.1911) 68 8
9
Oliveira, Wlamir Luiz Silva (b.1959) 84 10
Oliveira, Érico De 70 8
Pacheco, Augusto Frederico 11C 4
Pacheco, José Narciso 38 4
Pacheco, Maria Augusta 39 4
Pereira, Boaventura Delfim(b.1788) 5C 2
Pereira, Margarida De Castro Delfim 14 2
5
Pinto, Enilda 49C 8
Ribas, Escholástica Bonifácia De Tole 2C 1
Ribeiro, Alice 72C 8
Ribeiro, Maria José(b.1954) 78C 10
Ricketts, Izabel 1C 1
Roxo, Otávio Matias 63C 8
Santiago, Elena Marques 50 6
Santiago, Joaquim Marques 49 68 Santiago, Laura Marques 53 6
Santiago, Leonel Faro Marques 33C 6
Santiago, Leonel Pinto 64 8
Santiago, Luísa Marques 52 6
Santiago, Roberto Guerra 65 8
Santiago, Vicente Marques 51 68
Silva, Argentina Da(b.1887) 56 7
Silva, Ernani Da(b.1890) 57 7
Silva, Germano Severiano Da(b.1881) 54 7
Silva, Henrique Da(b.1885) 55 7
Silva, Henrique Severiano Da(b.1855) 35C 6
Silva, Noris Aparecida Da 74C 10
Tavares, Júlia(d.1870) 26C 5
Toledo, Benedicto Augusto Dias De 46C 5
Von Treuberg, Augusta Mari(b.1846) 44 5
Von Treuberg, Ernesto José J(b.1816) 18C 5
Von Treuberg, Fernando Fisc(b.1845) 43 5
Von Treuberg, Francisco Xav(b.1855) 45 5
Von Treuberg, Maria Amélia(b.1844) 42 5
Werna E Bilstein, Ernesto Frederico D 7C 3
Werna E Bilstein, João De Castro De 29 4
Werna E Bilstein, Miguel De(d.1896) 28 3
6
Werna E Bilstein, Miguelina(d.1896) 47 6
7


ESTE ARQUIVO FOI GERADO POR ESPECIAL FAVOR DE VALDENEI SILVEIRA

Documentação Primária



quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Genealogia dos OLIVEIRA DUARTE - OLIVEIRA - DUARTE - CASTRO CANTO E MELO

            O Médico e Historiador Mário Teixeira de Carvalho (1906-1945), falecido precocemente por causa da tuberculose, nos legou seu excepcional Nobiliário Sul-Riograndense[1].  Contava nosso pai, que privou da amizade do autor, enquanto administrador do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, onde o genealogista era Membro Efetivo desde junho de 1937, que o historiador, desiludido com críticas negativas ao seu livro, queimou em uma fogueira diversos exemplares, o que justificaria a sua restrita circulação.
            Sejam quais forem os pequenos enganos que ocorrem no livro, ainda assim é possível corrigi-los, quando se faz o estudo das famílias, não diminuindo de maneira alguma a grande contribuição deste linhagista à  Genealogia Histórica do Rio Grande do Sul.
            Seu livro, sempre que possível, traz retratos a bico de pena executados pelo artista João Faria Viana, baseados em fotografias e em pinturas a óleo que, fidedignas em sua maioria, são acrescidas com os brasões de armas.
            No que diz respeito ao 2o. Visconde de Castro, à sua ascendência e descendência, lhe é dedicado 5 páginas (61-65), além das ilustrações.
            Diz o texto, com as pequenas correções necessárias que nos foram possíveis emendar e acrescentar:

CASTRO (2o. Visconde - com grandeza - de) João de Castro do Canto e Melo

2º Visconde de Castro
O 2o. Visconde de Castro, Marechal de Campo João de Castro do Canto e Melo, nasceu em São Paulo, sendo batizada na Sé em 4 de abril de 1786. Faleceu em Porto Alegre, no dia 11 de Setembro de 1853. Era filho dos 1o. Viscondes de Castro, cuja genealo­gia veremos abaixo. Casou com D. Inocência Laura da Purificação Vieira de Azambuja, que foi a 2a. Viscondessa de Castro, filha de Manuel Vieira Rodrigues e de D. Patrícia Maria de Azambuja da Purificação; neta paterna de Domingos Rodrigues Vieira e de D. Custodia Vieira, naturais de Guimarães, em Portugal, e neta materna de Antônio Alves Guimarães, natural de Portugal, e de D. Mariana de Jesus, que era filha do Capitão Francisco José de Azambuja e de D. Rita Menezes, filha de Jerônimo Dorneles de Menezes e Vasconcelos, um dos primeiros povoadores do Rio Gran­de do Sul, e de D. Lucrécia Leme Barbosa, de nobre ascendência paulista.

Assento de batismo de João de Castro do Canto e Melo (2º) - Sé de São Paulo
4 de abril de 1786
João
Aos quatro de abril de mil setecentos e oitenta e seis nesta Sé batizou com licença do Reverendo Doutor Cura Firmiano Dias Xavier o Reverendo Manuel Álvares de Oliveira, e pôs os Santos Óleos a João filho do Tenente João de Castro do Canto e Mello e de sua mulher Dona Escolástica de Oliveira Tolledo e Ribas: foram padrinhos José Bonifácio Ribas e Dona Maria de Tolledo e Luna: todos desta Freguesia do que para constar fiz este assento que assinei.
(a)    o Coadjutor José Joaquim da Silva
[Livro 6º da Sé de São Paulo, fl. 72v]

1º Visconde de Castro
O 1o. Visconde de Castro, que também se chamava João de Castro do Canto e Melo, era natural da Ilha Terceira, onde nasceu, em 1740.  Faleceu em São Paulo, em 1826. Era filho de João Batista do Canto e Melo, natural da Ilha Terceira, Fidalgo Cavaleiro da Casa de S. M. REAL, e de sua esposa D. Isabel Ricketts, natural da Ilha de Jamaica e filha de George Ricketts e de D. Sara White, naturais da Inglaterra.  O 1o. Viscon­de de Castro veio para São Paulo, em 1772, no posto de Alferes, passando logo após a Tenente do Regimento de Voluntários Reais. Militou com distinção na Campanha de Rio Grande, na qual conquistou o posto de Brigadeiro.
Era Grande do Império, Fidalgo Cavaleiro da Casa de S. M. Fidelíssima, Gentilhomem da Imperial Câmara, Comendador da Real Ordem de Cristo e Comendador da Imperial Ordem de São Bento de Aviz.  Era Monteiro-Mor[2] de S. M. REAL e Camarista de S. M. O IMPERADOR.
Foi agraciado com o titulo de Visconde de Castro, em 12 de Outubro de 1825, sendo elevado a Visconde - com grandeza - da mesma denominação por Decreto Imperial de 12 de Outubro de 1826.
Assento de Batismo de Escolástica, junto à Dispensa Matrimonial (1784) 

[Assento de batismo de Escolástica Bonifácia de Oliveira e Tolledo Ribas – 1ª Viscondessa de Castro
fl. 32v das Dispensas Matrimoniais da Arquidiocese de São Paulo - vol. 1563
Observação: na folha anterior aparecia a data do assento que ficou prejudicada pelos insetos]

Nesta Igreja Matriz da Vila de São Sebastião, e pia batismal dela batizei, e logo pus os Santos Óleos a Escolástica; filha de José Bonifácio Ribas natural da Cidade do Rio de Janeiro, e de sua mulher Ana Maria de Tolledo natural da Vila de Paranaguá moradores nesta de São Sebastião; neta pela paterna de Carlos José Ribas, natural de Lisboa, e de sua mulher Engrácia Maria natural do Rio de Janeiro; e pela materna de Pedro Alves da Paz natural da Vila de Santos; e de sua mulher Escolástica de Toledo natural da Cidade de São Paulo; todos fregueses desta freguesia foram padrinhos o Capitão Carlos José Ribas, e Ana Josefa mulher do Capitão Manuel Lopes e para constar fiz este assento no mesmo dia, mês e hora ut supra. = O Vigário Domingos da Costa Ribeiro


1ª Viscondessa de Castro
O  1o. Visconde de Castro  casou com D. Escolástica Bonifá­cia de Toledo Ribas, natural de São Sebastião do Rio de Ja­neiro e filha de José Bonifácio Ribas, natural do Rio de Janeiro, e de D. Ana Maria de Toledo e Oliveira; neta paterna do Coronel Carlos José Ribas, natural de Lisboa, e de D. Engrácia Maria da Cruz Ferreira, natural do Rio de Janeiro. Pelo avô paterno, Coronel Carlos José Ribas; era bisneta de Miguel Ribas - natural de Lisboa e filho de Guilherme Ribas, natural de Espanha - e de sua esposa D. Arcângela Maria de Sousa, natural do Rio de Janeiro. E, pela avó paterna, D. Engracia Maria da Cruz Ferreira, era bisneta de Ambrósio Ramos Ferreira, natural de Portugal, e de D. Joana Pereira de Faria, natural do Rio de Janeiro.
O avô materno, Pedro Alvares da Paz, era natural de Santos e filho de João Alvares Noites, natural de Braga, e de D. Catarina Pinto da Rocha, natural de Santos; neto paterno de Salvador Alvares Noites e de D. Isabel Gonçalves, naturais de Portugal, e neto materno de Antônio Nunes Paz e de D. Mariana da Rocha Lima, natural de Santos.  O avô materno, Pedro Alvares da Paz, casou com D. Escolástica de Toledo, que era filha de Simão de Toledo Castelhanos, falecido em São Paulo em 1772, e de D. Catarina de Oliveira d’Horta, que era filha de Francisco de Oliveira Preto, da nobre família deste apelido, e de D. Isabel de Unhate.
Simão de Toledo Castelhanos era filho de João de Toledo Castelhanos, batizado, em 1642, e de sua primeira esposa D. Maria de Lara, filha de Lourenço Castanho Taques e de D. Maria de Lara.  João de Toledo Castelhanos serviu, repetidas vezes, em São Paulo, em cargos de importância.
Em 1680 foi Juiz de Órfãos e Juiz Ordinário, e era pessoa de grandes virtudes morais e foi o herdeiro do Morgado do Pico Redondo, na Ilha Terceira.
Era ele filho de Dom Simão de Toledo Piza, natural de Angra, Ilha Terceira, que casou, em São Paulo, em 1640, com D. Maria Pedroso, filha de Sebastião Fernandes Corrêa, 1o. Provedor Proprietário e Contador da Fazenda Real da Capitania de São Vicente e São Paulo, e de D. Ana Ri­beiro, que era filha de Sebastião de Freitas, natural de Silves, no Algarve, e filho de Manuel Pires, pessoa nobre - e de D. Maria Pedroso, filha de Antônio Rodrigues de Alvarenga e de D. Ana Ribeiro, filha de Estevão Ribeiro Baião Parente, natural de Beja, e de D. Madalena Fernandes Feijó Madureira, natural do Porto. Dom Simão de Toledo Piza era filho de outro Dom Símio de Toledo Piza e neto paterno de Dom João de Toledo Piza, nascido na Vila de Tormes.  Era ele legítimo descendente, sem quebra de bastardia, da ilustre Casa dos Duques de Alba de Tormes e dos Condes de Oropeja.
Tomou parte na Batalha Naval de Lepanto, em 1571, sob o comando de Dom João da Áustria, contra os turcos.  No posto de Sargento-Mor, combateu, em 1583, na armada Comandada pelo Marquês de Santa Cruz, contra os partidários de Dom Antônio, Prior do Crato.  Nesta batalha per­deu um olho, e, para ser tratado do ferimento, ficou em Angra, na Ilha Terceira, onde casou com D. Gracia da Fonseca Rodovalho, filha de Vasco Fernandes Rodovalho.
Deste casal foi filho Dom Simão de Toledo Piza, pai do outro do mesmo nome, que veio para o Brasil e que casou, em São Paulo, com D. Maria de Lara, que era filha de Lourenço Castanho Taques, que foi Governador das Minas de Caeté e faleceu em 1677, e de D. Maria de Lara, filha de Dom Diogo de Lara, grande Fidalgo da Cidade de Zamora, em Castela, e de D. Madalena Fernandes de Moraes, que era filha de Pedro de Moraes Antas e de D. Leonor Pedroso, filha de Estevão Ribeiro Baião Parente, natural de Beja, Portugal, e de D. Madalena Fernandes Feijó Madureira, natural do Porto.  Lourenço Castanho Taques era filho de Pedro Taques, que casou em São Paulo com D. Ana de Proença, - filha de Antônio de Proença, Moço da Câmara do Infante D. Luís, e de D. Maria Castanho - neto paterno de Francisco Taques Pompeu, natural de Brabante, dos Estados de Flandres, da nobilíssima família do seu apelido, que passou a Portugal, onde casou com D. Inês Rodrigues, natural de Setúbal, e neto materno de Antônio Rodrigues de Almeida, natural da Vila de Monte Mor o Novo, em Portugal, Cavaleiro Fidalgo da Casa de S. M. REAL, Dom João III, Capitão-Mor de Santo Amaro, e de sua esposa D. Maria Castanho, natural de Monte Mor o Novo.
O 2o. Visconde de Castro era irmão da Marquesa de Santos e da Baronesa de Sorocaba.
Sentou praça na Legião das Tropas Ligeiras de São Paulo, em 1o. ao Setembro de 1791, com a idade de 5 anos.  Foi reconhecido Cadete em 1o. de Junho de 1794.  Fez a Campanha da Cisplatina e esteve presente aos combates de Alcorta e Laureles.  Tenente-Coronel em 1824, jurou a Constituição do Novo Império.
Por Decreto Imperial, de 12 de Ou­tubro de 1827, foi agraciado com o ti­tulo de Visconde de Castro. Passou a Brigadeiro em 1838, e depois se reformou no posto de Marechal de Campo.  Era Grande do Império; Moço Fidalgo da Casa de S. M. I., por Al­vará de 18 de Janeiro de 1825; Digni­tário da Imperial Ordem da Rosa; Comendador das Imperiais Ordens de Cristo e de Aviz, e Oficial da Impe­rial Ordem do Cruzeiro. Tinha a Cruz de Ouro das Campanhas do Sul e as Medalhas da Campanha Cisplatina, de 1811-1812 e de 1815.
Foram-lhe concedidas as mesmas ar­mas do seu pai, que são: Escudo partido em pala - na primeira pala as armas dos Cantos, que são, em campo vermelho, um baluarte ou canto de muralha de prata, posto de quina; e, na segunda pala, as armas dos Cas­tros, que são, em campo de prata, seis arruelas de azul postas em duas palas.  Timbre: O canto de prata do escudo e sobre ele, na ponta, um pombo do mesmo metal. Elmo de prata aberto e guarnecido de ouro. Pa­quife do metal e cores das armas.   Coroa: A de Conde.

Inocência - batismo N. Sra.Madre de Deus Batismos 18 jul 1788 (n. 27 jun 1788) - fl. 149 – DETALHE

Aos dezoito dias do mês de julho de mil setecentos e oitenta e oito anos, nesta Matriz de Nossa Senhora Madre de Deus de Porto Alegre, batizei solenemente a Inocência, nascida aos vinte e sete dias do mês de junho do mesmo ano; filha legítima de Manuel Vieira Rodrigues, natural da freguesia de São Salvador, comarca de Guimarães, e de Patrícia Maria, natural da freguesia do Triunfo, neta pela parte paterna de Domingos Rodrigues e da materna de Antônio Álvares Guimarães, natural da freguesia de São Lourenço (?), Bispado de Braga, e de Mariana de Jesus, natural de Viamão [rasgado...] Manuel Álvares Guimarães [rasgado...]

Casamento de João de Castro do Canto e Melo, com D. Inocência Laura Vieira
Pediu Certidão a 17 de outubro de 1853. (a) Lima

Aos dezoito dias do mês de agosto de mil oitocentos e treze anos, nesta Freguesia de Porto Alegre, às sete horas da tarde depois de feitas as diligências do Estilo, e não haver impedimento algum conforme o Sagrado Concílio [Tridentino]; e Constituição [do Bispado]; e por Provisão do Reverendo Vigário da Vara da Comarca José Inácio dos Santos Pereira, se receberam em matrimônio com palavras de presente, em que expressaram seu mútuo consentimento, o Capitão João de Castro do Castro e Melo, filho do Sargento Maior [Major] João de Castro do Castro e Melo, e de Dona Escolástica Bonifácia de Toledo, natural, e batizado na Cidade de São Paulo, com Dona Inocência Laura Vieira, filha legítima de Manuel Vieira Rodrigues, e de Dona Patrícia Maria da Purificação, natural, e batizada na Matriz desta Vila [Porto Alegre]; receberam Bênçãos, sendo testemunhas os que vão abaixo assinados; e para constar fiz este assento.
(a)    Vigário José Inácio dos Santos Pereira
(a)    Agostinho José de Sampaio
(a)    Francisco de Paula Macedo

[Livro 2º de Casamentos – Madre de Deus – fl. 86]

Como vimos acima, o 2o. Visconde de Castro casou com D. Inocência Laura da Purificação Vieira de Azambuja, que foi a 2a. Viscondessa de Castro e de quem ele teve a seguinte descendência:
Veador Ernesto Frederico
 de Werna e Bilstein
Miguel de Werna, em caricatura
 de seu próprio jornal O Século. 
Vide crônica ao final

1-1    D. Maria do Carmo do Canto e Melo, nascida em Porto Alegre/RS aos 27-8-1814. Casou com o Capitão-Tenente Ernesto Frederico de Werna e Bilstein, que foi Veador da Casa de S. M. I. Tiveram os filhos seguintes:


Assento de batismo de Miguel de Castro de Werna e Bilstein

2-1  Miguel de Castro de Werna e Bilstein. Cavaleiro Fidalgo da Casa de S. M. I. por Alvará de 5 de Julho de 1855. Foi redator de "O Século", semanário critico que fez época nesta Ca­pital. Faleceu no Rio de Janeiro, em 21 de Julho de 1896. Foi casado com D. Maria Benedita de Ataide, de quem teve:
3-1  D. Miguelina de Castro de Werna e Bilstein, falecida no Rio de Janeiro, em 24 de Abril de 1896. Casou com João da Mata Coelho, de quem teve os filhos seguintes:
4-1    Dr. Ernesto de Werna da Mata Coelho que faleceu afogado, em Alegrete, quando procurava salvar a vida a uma senhora que havia caldo ao rio. Nasceu em 1889.
4-2    D. Maria Elvira de Werna da Mata Coelho nasci­da em 1894 e falecida em Porto Alegre em 21 de abril de 1981. Funcionária da Secretaria da Educação e Saúde Publica do Estado do Rio Grande do Sul. Casou com Mathias Octávio de Oliveira Roxo, Nascido no Rio de Janeiro a 30-9-1887, rábula em Vacaria/RS. Tiveram 7 filhos: ALBERTO; LOURDES MARIA, nascida em 1926, já falecida; PAULO DE TARSO, n. em 1933, falecido em P. Alegre a 5-10-1998; RITA; JOÃO BATISTA COELHO ROXO, n. a 23-01-1931 em P. Alegre. Já falecido; EMANUEL; PEDRO EVANGELISTA COELHO ROXO, n. em 1941.
 [Informação prestada por Eduardo Dias Roxo Nobre - Vide: João Roxo e seus descendentes, na internet].
2-2  João de Castro de Werna e Bilstein, Cavaleiro Fidalgo da Casa de S. M. I. por Alvará de 5 de Julho de 1855.
(1-2)  Francisco, n. 27/8/1814 (gêmeo com Maria), fleg. capitão João de Castro Canto e Melo, n. cidade de Spaulo e d. Inocência Laura Vieira, n. Palegre; npat. sargento-mor João de Castro Canto e Melo, n. cidade de Angra e d. Escolástica Bonifácia de Toledo, n. cidade de Spaulo; nmat. Manuel Vieira Rodrigues, n. cidade de Braga e d. Patrícia Maria da Purificação, n. Palegre.  Padr. Patrício Vieira Rodrigues p/p/ do sgtº-mor João de Castro Canto e Melo e Patrícia Maria da Purificação. 4o. Livro de Batismos- Porto Alegre (1809-1815)

Ten.Cel. João de Castro do Canto e Melo
1-2    Coronel João de Castro do Canto e Melo, Fidalgo Cavaleiro da Casa de S. M. I., Cavaleiro da Imperial Ordem de Cristo, Major da Guarda Nacional. Faleceu, nesta Capital, em 30 de Maio de 1882. Foi ca­sado com D. Joaquina Amália da Câmara, filha do Major e Sargento-­Mor Patrício Corrêa da Câmara, Comendador da Imperial Ordem de Cristo (1-6 do titulo: 1o. Visconde de Pelotas). O casal teve os filhos seguintes:        
2-1  João de Castro do Canto e Melo, que faleceu solteiro. [24.8.1863 – com 5 anos]
2-2  D. Maria do Carmo do Canto e Melo, que casou em 11 de No­vembro de 1882, com o Dr. Eduardo Pereira de Campos, falecido em Porto Alegre, em 11 de Maio de 1891, deixando um filho:
3-1     Capitão do Exército Nacional João de Castro Pereira de Campos, nascido em 1885.  Casou com D. Santina Pereira de Campos. O casal não teve filhos.
2-3  Patrício Corrêa do Canto e Melo, que faleceu solteiro, em Por­to Alegre, no dia 10 de Setembro de 1883, contando vinte anos de idade (Freguesia de Nossa Senhora das Dores – L. de Óbitos No 5 - Fls. 39)
2-4  D. Inocência Laura do Canto e Melo, nascida em 1870. Casou com o Escrivão do Foro Federal em Porto Alegre, Leonel Faro Marques Santiago, natural de Mogi-Mirim, São Paulo, e filho do Dr. Alexandrino Leonel Marques Santiago e de D. Luisa Faro. O casal teve os filhos:
3-1     Capitão do Exército Joaquim Marques Santiago, casado com D. Enilda Pinto, de quem teve:
4-1 Leonel Pinto Santiago
3-2     D. Elena Marques Santiago
3-3     Dr. Vicente Marques Santiago, Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de Porto Alegre, jornalista brilhante, casado com D. Antonia Guerra, de quem teve:
4-1 Roberto Guerra Santiago
3-4     D. Luisa Marques Santiago, solteira.
3-5     D. Laura Marques Santiago. solteira.
Assento de Batismo de Manuel de Castro do Canto e Melo
 N.Sa. Madre de Deus Lv. 6, fl 59
1-3         Capitão Manuel de Castro do Canto e Melo, nascido em 31.5.1821 e f. 21.11.1856. Foi Veador da Casa de S. M. I. Casou, em 17.10.1848, com D. Maria Cecília de Lima e Melo, n. 21.01.1833, filha de Antônio José Fernandes Lima[3] e de Hipólita Sofia de Lima, neta paterna de José Antônio Fernandes Lima e d. Joana Margarida de Lima; neta materna de João Hipólito de Lima (falecido) e d. Francisca Leonísia.  Tiveram os seguintes filhos:
       2-1 D. Inês de Castro do Canto e Melo, casada com o Desembar­gador Dr. Antônio José Afonso  Guimarães. Sem filhos.
2-2  D. Cecília de Castro do Canto e Melo
2-3    D. Isolina de Castro do Canto e Melo que casou, em 15.5.1880, com o Coronel Henrique Severiano[4]. Filho do Major Germano Severiano da Silva e Ana Josefina de Almeida.
3-1 Germano, n. 16.3.1881 Porto Alegre 
3-2 Henrique, n. 26.3.1885 Porto Alegre 
3-3 Argentina, n. 5.3.1888 Porto Alegre , + 15.11.1891

Horácio de Castro Canto e Melo
Laurinda Inácia Duarte
2-4    Capitão do Exército Horácio de Castro do Canto e Melo, nascido em 7.4.1853 e falecido em 1893[5]. Casou, em 26.8.1882, com D. Laurinda Inácia Duarte (n. 26.1.1862) - Irmã do Dr. Eduardo Duarte, Secretário Perpétuo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul - filha de Thomaz Inácio Duarte e de D. Rita Maria Duarte. O casal teve os filhos seguintes:
                           Célia de Castro Canto e Melo, n. 7.10.1884 (b. 21.01.1884 - Rosário)
                           Stela de Castro Canto e Melo, n. 15.11.1888 (b.24.06.1889 - Rosário)
Octacília
Octacília aos 20 anos (1905),
à época de seu casamento
3-1         D. Otacília de Castro do Canto e Melo, n. 13.04.1885 (b. 29.01.1887 – Rosário), casada, só no civil em Belém Novo, em 20.01.1905, com Gui­lhermino Lopes Oliveira (n. 29.11.1880), filho de Manuel José Bento de Oliveira (português) e Ana Emília Lopes de Oliveira. Filhos:
Guilhermino Lopes de Oliveira - Assento de batismo






4-1         Emílio Oliveira, n. 6.10.1907, f. , cc. Maria Maciel, n. 3.2.1913 (Torres), f. 22.8.1962, filha de Dionísio Maciel da Luz (Torres/RS) e Alexandra Maciel da Luz (Torres/RS).  Filhos:
5-1  Emílio Aurélio Maciel de Oliveira, n. 24.9.1932, cc. Noris Aparecida da Silva, n. 12.10.1933, filha de João Lemos da Silva (POA 12.8.1901)  e de Lyra Vargas (POA 2.6.1903). Filhos:
6- 1  Wlamir Luiz Silva de Oliveira, n. 27.1.1959, f. 29.10.1979
6-2   Ivano Silva de Oliveira, n. 21.12.1958, cc. Cláudia Lauremann, filha de Ubirajara Lauermann e de Cleonice Maria Roca.  Filhos:
7-1 Bruna Lauermann de Oliveira, n. 16.4.1993
7-2 Gabriela Lauermann de Oliveira, n. 4.6.1997
                                  6-3 Karene Silva de Oliveira, n. 31.8.1961

Emílio Oliveira casou em segundas núpcias com Neusa, tendo:
5-2 Ana Emília

Eurico e Eva
4-2    Eurico (Lelé) de Oliveira, n. 1.5.1910, f.  cc. Eva (Ada) Rostand de Oliveira, filha de Camila Rostand de Oliveira.  Sem sucessão

Família Thomaz Carlos Duarte &
Maria de Lourdes Oliveira Duarte





Maria de Lourdes Oliveira Duarte faleceu em 22 de agosto de 2011, dois dias antes de completar seu centenário. Por coincidência, deixou de existir no mesmo dia em que sua filha, Nize Aparecida, havia falecido há 14 anos. Lúcida até o fim de sua vida foi amada por sua família e amigos e cuidada com extrema dedicação por sua filha Mirza Maria e a funcionária/amiga Iolanda. Deixa um belo exemplo de vida! Professora Primária, formada em 1935 na Escola Normal (Instituto de Educação General Flores da Cunha), exerceu seu magistério no Grupo Escolar Santa Isabel, por muitos anos, sendo que aí nesse colégio, em companhia de outras professoras (Meri, Ana Tera, Gilda Villefon, Mariana Gastal,..) fundaram um clube de chá em princípios da década de 1960, que além do estreitamento da amizade, prestava assistência social aos desvalidos da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, na confecção de roupas de recém-nascidos (tricot e crochet, enxoval).


Seu velório e sepultamento no Cemitério da Irmandade de São Miguel e Almas de Porto Alegre, da qual era irmã remida, contou com a presença de:

Família (1 coroa fúnebre)
Mirza Maria de Oliveira Duarte
Luiz Antônio & Jane, Mariana, Luiz Gustavo & Carol  
Antônio de Pádua & Maria José, Maria Elisa & Bruno, Thomaz Antônio & Sara
Miguel Antônio & Dori, Daniel, Clarissa, Raquel & Juliano

Parentes
Maria Letícia de Oliveira Kersting (1 coroa de flores – Família Kersting)
André Cláudio de Oliveira Kersting & Adriane
Eduardo Henrique de Oliveira Kersting
Ana Maria de Oliveira Kerstind & André
Márcia Oliveira & esposo
Alcibíades & Magda Duarte
Dulcemar Lautert & Iela Duarte
Luiz Costa & Heloísa
Eduado Eltz e Diego
Luiz Felipe Marques
Emílio Aurélio Oliveira e Karene
Luiz Carlos Duarte, Décio Magalhães Duarte


Amigos
Iolanda Marques
Selme Ferreira da Cunha & Nair, Selme (filho), Marcelo
Ilda Cunha, Cristina, Júlio Cesar Pereira da Cunha
Wanderlei e Esposa
Rosa Vidal
Davi Duarte
José Majewski
Leonardo Ribeiro
Gilda Villefon
Marco Pallamolla & Alair
Sílvia Damiani & Ilo
Fred Torales & Ângela
Marco Brochado
Marta Weber Luce
Tadeu Contreira & Enilda
Guido Berger & Sônia
Milton Berger & Sali
Eliseu Berger & Bernardete
Fausto Domingues
João Fagundes
Mariza
Francisca (Chica)
Cristina
Leila
Olinda de Oliveira
Dra. Hilda
Dr. José Valdaí &  Zélia Ribeiro, José Vicente de Souza & Márcia Cano (1 coroa fúnebre)
Sílvia Ribeiro & Ademir Canali Ferreira, Marília & Rafael Nené, Ricardo
Lurdes Maria Lamela
Pedro Simeão
Anícia Gracioli & Felipe Furini

Vizinhos do Condomínio Edifício Panorâmico (2 coroas fúnebres)
Cel. Cordeiro
Marinice Tomatis
Clóvis Carneiro da Cunha & Carmen e Mírian
Jacy Mayer, Enedina Mayer
Cláudia Borba
Sílvia Burin
Maria Alice Hofmeister

4-3    Maria de Lourdes (Deca) Oliveira (24.08.1911). Casada com Thomaz Carlos Duarte[6] (29.10.1909/24.07.1991), filho de Luiz Duarte (12.09.1876/16.4.1926) e de Marta Sampietro (09.02.1885/04.02.1961). Neto paterno de Thomaz Inácio Duarte e Rita Maria Duarte. Thomaz Inácio Duarte, nasceu 1825 em Caacaty, Argentina e faleceu 28.01.1915. Era filho de Inácio Ocheda Rios e Tomásia Duarte, naturais de Corrientes/Argentina.  Casou-se em 9.1.1858 com Rita Maria Duarte, nasc. Em 28.2.1838 e fal. 28.11.1928, filha de José Joaquim Duarte e Laurinda Antônia da Silva.  Luiz Duarte era neto materno de Carlo Sampietro (1845-Itália) e Maria Antonietta Pere (1855-França), Pais de:
Mirza e as sobrinhas
5.1.Mirza Maria Oliveira Duarte (21.04.1937), s.s.
Nize e os sobrinhos
5.2.Nize Aparecida de Oliveira Duarte (05.06.1939/22.08.1997), s.s.
Família Luiz Antônio de Oliveira Duarte & Jane Ventura da Cunha Duarte
5.3 Luiz Antonio Oliveira Duarte (11.09.1946) cc. Jane Ventura da Cunha (08.06.1949), Filha de Selme Cunha e de Nair Ventura. Têm os filhos:
6.1.Rafael Henrique Cunha Duarte (24.02.1975), cc. Mirela Isenhart (...): pais de 
         7.1. Pedro Henrique (Florianópolis/SC ???). 
6.2.Luiz Gustavo Cunha Duarte (25.02.1978)
6.3.Mariana Cunha Duarte (21.05.1982)
Família Antônio de Pádua e Maria José,
com os avós maternos
5.4 Antonio de Pádua Oliveira Duarte (02.02.1953) cc. Maria José Ribeiro (09.04.1954), Filha de Sinval Antonio Ribeiro e de Teresinha Vilaverde. Pais De:
Martina, Maria Elisa e Bruno
6.1.Maria Elisa Ribeiro Duarte (11.09.1978) cc. Bruno Simeão, pais de: Martina (11.03.2011) - MAIS NOVA INTEGRANTE DA FAMÍLIA. BEM-VINDA!!!!
6.2.Maria Cecília Ribeiro Duarte (17.02.1981) cc. Denis ...?: pais de: 
        7.2. Anthony (Geórgia/USA, nasc), (residem nos Estados Unidos)
6.3.Thomaz Antônio Ribeiro Duarte (21.02.1983)
Maria Teresa e Wataru
6.4.Maria Teresa Ribeiro Duarte (14.05.1985) cc. Wataru Matsunagá (residem no Japão)
Dori e Miguel
5.5 Miguel Antônio de Oliveira Duarte (14.11.1954) cc. Dori Gisela Berger (17.10.1956), Filha de Waldo Alfredo Berger (14.12.1924/03.08.1985) e de Christina Annita Winkelmann (29.10.1927).  Pais de:
6.1. Daniel Berger Duarte (22.01.1981), que com Clarissa     Menna Barreto Domingues, teve:
   7.1.  Louise Menna Barreto Domingues (03.03.2009);
6.2. Raquel Berger Duarte (21.08.1982)
Família Miguel & Dori Duarte

4-4  Eunice (Dinda) de Oliveira, n. 13.11.1914- f. 04.06.2011. sem sucessão
Grupo Escolar Santa Isabel
EUNICE DE OLIVEIRA
Filha de Guilhermino Lopes de Oliveira e Octacilia de Castro do Canto e Melo, nasceu em Porto Alegre em 13/11/1914 e aí faleceu em 4/6/2011, aos 96 anos. Foi professora de ensino primário nas décadas de 30 e 40 em Entre-Ijuís, Giruá e Santo Antônio da Patrulha. Em Porto Alegre, entre 1946 e 1959, lecionou nos colégios Dom Diogo de Souza e Ildefonso Gomes. A partir de 1959, foi Diretora do G.E. Santa Isabel e se aposentou em 1963, administrando cursos de formação de professores até 1971.
Família Érico Oliveira
4-5  Érico Oliveira cc. Jaci (Fagundes?): tiveram
               5-1  Edson cc Rosi. Filhos:
                       6-1 Marcelo
                       6-2 Márcia
                       6-3 Márcio
                       6-4 Ricardo
               5-2  Elaine cc. Aderbal Schneider - filhos:
                        6-1  Aderlaine: 1 filho
                        6-2  Raquel: 3 filhos
                5-3 Edgar Tadeu cc. 1ª vez com Zeli: 1 filho. Casado 2ª vez com Cléia

4-6         Euclides Danúnzio(n. 9 out 1919) cc. Elvira Tozzi, filha de José e Anita. Filhos:
               6-1 Ida Elizabeth (n. 14 fev 1951). s.s.
               6-2 Mauro (n. 5 mar 1953) cc Denise. Filhos:
                      7-1 Bárbara
                      7-2 Ismael
4-7         Edmar de Oliveira, n. 24.7.1923, f.  cc. Alice Ribeiro.  Sem sucessão. Perfilhou Luiz Carlos, sobrinho de Alice
4-8         Eulália (Lia) de Oliveira Kersting, n. 7.2.1927, cc. Telmo Ávila Kersting,
         n. 7.9.1922, filho de Filogônio .......  Filhos:
5-1 Maria Letícia Oliveira Kersting, n. 26.8.1962
5-2 André Cláudio Oliveira Kersting, n. 10.10.1967 cc. Adriane. Filhos:
       2-1 Maria Augusta
       2-2 Antônio Sérgio
5-3 Eduardo Henrique Oliveira Kersting, n. 29.10. 1968
5-4 Ana Maria Oliveira Kersting, n. 20.2.1971

Cecy e Luiz
3-2 Ceci de Castro do Canto e Melo.  Casada com Luiz Rodolfo Gaiewsky. Sem sucessão.
1-4    D. Maria Benedita do Canto e Melo, nascida em 1823. Casou com o Marechal Augusto Frederico Pacheco, de quem teve os filhos:
2-1  José Narciso Pacheco
2-2  D. Maria Augusta Pacheco
1-5    D. Maria Leopoldina do Canto e Melo, nascida em 1825.




O Miguel Werna

Foi um dos homens mais belos que conheci. Vestiu-se sempre ao rigor da moda, roupa fina e justa ao corpo, como uma luva, gra­vatas vistosas, com enormes laços abertos sobre o peito.
Quando mocinho, era um gosto vê-lo, com o seu fino chapéu armado e de espadim à cinta, acom­panhando as procissões, com o seu fardão bordado de moço fidalgo.
E as meninas, vendo-o assim, naquele gosto, co­mo uma tentação, olhavam para ele com olhos pecadores. E ia o Werna vaidoso e enamorado de si mesmo como o Narciso da velha lenda do paganismo.
Apesar de ser um homem inteligente, nunca to­mou ao sério os seus estudos. Era aluno do Colégio Gomes, mas aluno honorário. Ia à escola quando queria, e o pai, que morria de amores pe­lo filho, não o contrariava em coisa alguma, e deixava o rapaz fazer o que lhe vinha à cabeça.
Já homem, o Werna lembrou-se de procurar uma ocupação, para ganhar a vida, e fundou então um jornal caricato - "O Século".
O "Século" só era publicado aos domingos, e deixou nome na imprensa da nossa terra, pela graça, pelo espírito e por muitas coisas, que dizia sem recato, cruas de mais. . .
Si ele implicava com um sujeito, não o deixa­va parar em ramo verde, dava-lhe sem pieda­de, até ficar bem sovado, com os ossos bem amas­sados.
Como monarquista que era, e ainda mais moço fidalgo, vivia ridicularizando os velhos republica­nos, que o traziam atravessados na garganta, co­mo uma espinha de bagre.
O dr. Ramiro Barcellos, já cansado das pilhe­rias de mau gosto do Werna, salta na rinha para enfrentá-lo. Foi então um chuveiro de desaforos de parte a parte.
Nesta ocasião, quando a luta estava mais ac­esa entre os dois contendores, chegou aqui um bando de ciganos, conduzindo um belo urso­ branco.
Num passeio burlesco do carnaval, o Ramiro aluga o animal e o apresenta como o moço fidalgo, chapéu de copa alto e alegre gravata, com enor­me laço, como usava então o Miguel Werna.
Quando veio a Republica, sem que ninguém es­perasse por ela, o Miguel Werna, que tinha cul­pas no cartório e já via as barbas do vizinho a ar­derem, não quis ficar aqui. Resolveu, do dia para a noite, ir viver no Rio de Janeiro e lá se foi, com as suas gravatas e o fardão de moço fidalgo, com receio que o raio lhe caísse em casa.
E mal pisou o solo árido do exilo voluntario, co­meçou a entristecer, como uma planta removida para terreno ingrato.
Queixava-se, então, do coração. Era com cer­teza a flor lilás da saudade, que já ali viçava e ia enraizando aos poucos.
Nas suas cismas, ao cair da tarde, via ao lon­ge, bem longe, entre nevoas, com os olhos da ima­ginação, a terra em que nascera com todos os seus encantos, a torre esguia da capela do Menino Deus, apunhalando o azul do céu, a praça da Har­monia, naquele risonho recanto da cidade, à bei­ra rio, com as suas belas árvores bem capadas, a cuja sombra, entre bons amigos, se deslizaram os dias mais felizes da sua vida.
E por mais esforços que fizesse para desviar o pensamento daqui, era tempo perdido: tudo lhe ia passando diante dos olhos como uma fita lumi­nosa de cinema.
É que ele levara no olfato delicado o perfume da terra natal, que está onde bate o coração, co­mo se levasse consigo um vidro de cristal faceta­,do, que, embora vazio, conserva sempre o sutil perfume que encerrava.


[PORTO ALEGRE, Achylles. Flôres entre ruínas. Porto Alegre: Oficinas Gráficas Wiedemann & Cia, 1920, pp. 73-75]

Fontes principais
Barão de Vasconcelos - "Archivo Nobiliarchico Brasileiro", pág. 118
Alberto Rangel – “Dom Pedro I e a Marquesa de Santos"
Silva Leme - "Genealogia Paulistana" - Vol. V, pág. 496
Borges Fortes - "Troncos Seculares"
Aurélio Porto - "Processo dos Farrapos", No 31, pág. 470
Biblioteca Nacional - Códice 1-6-2-3
Arquivo Eclesiástico do Arcebispado de Porto Alegre
Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul:
-       Inventario: Viscondessa de Castro
Inventariante: Visconde de Castro
1o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano:1844   No do feito: 1473 - Maço: 72 - Estante: 2
        - Inventário: Visconde de Castro
Inventariante: João de Castro do Canto e Melo
1o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano: 1853 – No do feito: 1726 - Maço: 83 - Estante: 2
-        Inventario: Patrício Corrêa da Câmara
Inventariante:    Jofto de Castro do Canto e Meio
1o. Cartório do Cível de Porto Alegre
Ano: 1865 - No do feito: 323 - Maço: 16 - Estante: 1
-    Inventario: Patrício Corrêa da Câmara
Inventariante: João de Castro do Canto e Melo
Cartório da Provedoria de Porto Alegre
Ano: 1855 – No do feito: 1423 - Maço: 64 - Estante: 5
-       Inventario: João de Castro do Canto e Melo
Inventariante: Joaquina Amália da Câmara Melo
3o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano: 1882 – No do feito: 71 - Maço: 4 - Estante: 2
-    Inventario: Joaquina Amália da Câmara Melo
Inventariante: Inocência Laura do Canto Melo
Cartório da Provedoria de Porto Alegre
Ano: 1899 – No do feito: 898 - Maço: 50 - Estante: 5
-       Inventario: Miguel de Castro Werna e Bilstein
Inventariante: João da Mata Coelho
3o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano: 1896 – No do feito: 265 - Maço: 14 - Estante: 2
-       Inventario: Dr. Eduardo Pereira de Campos
Inventariante: Maria do Carmo do Canto e Melo de Campos
1o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano: 1891 – No do feito: 2335 - Maço: 116 - Estante: 2
-       Inventario: Miguelina de Werna Coelho
Inventariante: João da Mata Coelho
3o. Cartório de Órfãos de Porto Alegre
Ano: 1896 - No do feito: 265 - Maço: 14 - Estante: 2

                                
ANEXOS


João de Castro do Canto e Mello
Natural da Ilha Terceira, fidalgo da casa real por seus ascendentes, filho de João Baptista do Canto de Castro e de D. Isabel Ricktts, natural da Jamaica. Veio para S. Paulo cm 1772 no posto de alferes, e passou a tenente para o regimento de voluntários reais. Militou com distinção na Ca­pitania do Rio Grande, onde ganhou os postos até o de brigadeiro.
Foi gentil-homem da imperial câmara, primeiro visconde de Castro, comendador da ordem de Cristo, etc.
Casou em S. Paulo com D. Escolástica Boni­fácia de Toledo Ribas, viscondessa do mesmo ti­tulo, natural da vila de S. Sebastião, filha de José Bonifácio Ribas e de D. Ana Maria de To­ledo Oliveira. Faleceu em S. Paulo a 22 de ou­tubro de 1826, e deixou os seguintes filhos:
1.-João de Castro do Canto e Mello, segundo visconde de Castro, marechal-de-campo, casado com D. Inocência Laura Vieira de Azambuja, na­tural do Rio Grande do Sul.  Faleceu na cidade de Porto Alegre a 11 de setembro de 1853.
2.-José de Castro do Canto e Mello, dignitário do Cruzeiro, brigadeiro, gentil-homem da imperial câmara e comendador de Aviz; foi casado com sua sobrinha D. Francisca Pinto Coelho de Men­donça e Castro, ambos falecidos.
3.-Pedro de Castro do Canto e Mello, fal­eceu solteiro, sendo capitão do exército.
4.-D. Maria Benedita de Castro do Canto e Mello, baronesa de Sorocaba, casada com Boaventura Delfim Pereira, primeiro barão do mesmo titulo, veador, natural de Portugal, fale­cido no Rio de Janeiro.
5.-D. Ana Cândida de Castro do Canto e Mello, casada com o coronel Carlos Maria de Oliva, veador, natural de Portugal, e falecidosambos em S. Paulo, ele a 20 de julho de 1847 e ela alguns anos antes.
6.-D. Domitila de Castro do Canto e Mello, marquesa de Santos, casada a primeira vez com Felício Pinto Coelho da Cunha, natural de Minas Gerais, e segunda vez com o brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, falecidos em S. Paulo há poucos anos.
7.-Francisco de Castro do Canto e Mello, gentil-homem da imperial câmara, major refor­mado do exército, casado a primeira vez com D. Francisca Leite Penteado e a segunda D. Lina Pereira de Castro, falecido em S. Paulo em 1869.

[MARQUES, Manuel Eufrásio de Azevedo.  Apontamentos Históricos, Geographicos, Biographicos, Estatisticos e Noticiosos da Provincia de S. Paulo.  Rio de Janeiro: Tip. Universal de Eduardo & Henrique Laemmert. 1879. vol. 2. p. 22]

************************************************************************

O Escrivão do Filiamento passe o alvará do Foro de Moços Fidalgos da Casa Imperial a João de Castro do Canto e Mello, e a Manoel de Castro de Canto e Mello. Porto Alegre em 24 de Dezembro de 1845. Almeida Torres. Senhor. Diz o Visconde de Castro [2º Visconde] que havendo o Augusto Pai de Vossa Majestade Imperial, de saudosa Memória, Feito a graça de Conceder ao suplicante o Foro de Moço Fidalgo de Sua Imperial casa, de cuja Graça já gozavam seu Pai, e os seus maiores, como prova com o documento incluso: e desejando transmitir a seus filhos João de Castro do Canto e Mello, e Manoel de Castro do Canto e Mello a mesma Graça: vem respeitosamente suplicar a Vossa Majestade Imperial que por efeito de Sua Alta Munificência Seja Servido Conceder-lhes o mesmo Foro de Moço Fidalgo, de que tem gozado seus antepassados. P. A. V. M. 1. que por Sua Incomparável Benignidade seja servido conceder ao suplicante graça que aspira E. R. M. Visconde de Castro. Manuscrito conservado no Archivo Publico Nacional do Rio de Janeiro.

[RANGEL, ALBERTO. D. Pedro I e a Marquesa de Santos. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1916]



Antônio José Fernandes Lima   Capitão em 1827 [Arq. MD]
n. Porto Alegre 12.12.1794
Fal.
F. fleg. José Antônio Fernandes Lima e d. Joana Margarida de Lima
1º casou PAlegre  30/9/1818 (3C-7) (no oratório da fazenda do sgt.-mor Manuel José Pires da Silveira Casado ) com d. Ana Pires da Silveira
n. Porto Alegre
fal. Porto Alegre
F. fleg. sgt.-mor Manuel José Pires da Silveira Casado e d. Rita de Melo Azeredo Coutinho
2º casou Porto Alegre 5/8/1827 (3C-162), com disp. impedimento consangüinidade no 2º grau com Hipólita Sofia de Lima
F. fleg. João Hipólito de Lima (falecido) e d. Francisca Leonísia

Antônio José Fernandes Lima (*), Cap. I               nº704  [Arq.JAF]
n. P.A. em 1796
José Antonio Fernandes Lima e Joana Margarida de Lima
cc. Hipólita Sofia de Lima, n. P.A., fª João Hipólito de Lima e Faustina (ou Francisca) Leocádia?
F1 - Maria Cecília de Lima, n. 1833 P.A. cc. Manuel de Castro Canto e Melo [no verso] (*)Tinha terras na margem ocidental do Rio Guaíba.


[1] CARVALHO, Mário Teixeira de. Nobiliário Sul-Riograndense.  Porto Alegre: Of. Graf. da Liv. do Globo. 1937
[2] Oficial da Casa Real, que governa das coutadas [mata ou terras], e dirige as caçadas reais, e as pessoas a elas pertencentes.  CF. SILVA, Antônio de Moraes.  Diccionario da Lingua Portugueza. Lisboa: Tip. Lacérdina. 1813. Fac-similar. Rio de Janeiro: Of. da Lit. Fluminense. 1922.
[3] O genealogista José de Araújo Fabrício nos informa, através de seu fichário, que: Tinha terras na margem ocidental do Rio Guaíba
[4] Outubro - 5 – 1897 - Faleceu no Hospital de sangue de Canudos, em conseqüência de ferimento recebido em combate, o major Henrique Severiano da Silva.  Nasceu em 1854 no Rio Grande do Sul.  Em 1875 assentou praça voluntariamente. Foi promovido a alferes em 21 [sic-25] de março [sic-maio] de 1878; a tenente por estudos em 30 de dezembro de 1882; a capitão em 2 de outubro de 1889; a major por merecimento em 23 de julho de 1894.  Foi um dos militares que se levantaram no Rio Grande do Sul contra o golpe de estado do marechal Deodoro dissolvendo o Congresso.  Quando a [canhoneira] Marajó bombardeou Porto Alegre em julho de 1892, apresentou-se pronto para o serviço, apesar de estar com licença por doente, e prestou bons serviços, respondendo ao fogo da canhoneira.  Serviu durante a revolução com o general João Teles, assistindo ao combate da Restinga (12 de abril de 1893). Em 11 de março de 1897, seguiu para a Bahia, como fiscal do 25o.  Assumiu o comando do 5o. de infantaria em 5 de maio e o do 27o. em 20 de junho.  Tomou parte saliente nos combates de Angico e Favela.
[Almanaque do Rio Grande do Sul. 1900, p.67-68]
[5] A tradição oral familiar diz que Horácio foi morto pelo degolador Adão Latorre, em fins de novembro de 1893, depois do combate do Rio Negro, próximo a Bagé, hoje pertencente ao município de Ulha Negra.  Contudo, João Francisco Pereira de Souza (a Hiena do Caty), informa que foi morto (fuzilado) depois da Batalha de Sarandy (no Uruguai)
[6] Vide a genealogia ampliada em Raízes de Veranópolis. Org. Rovílio Costa.  Porto Alegre: Edições EST. 1998, pp. 413-428, no artigo Da espada à pena: trajetória do primeiro professor de Nova Bassano: Luiz Duarte